O Estado do JavaScript 2022

Tenha uma noção geral do que está rolando de tendências no mercado JavaScript, ecossistemas e vagas.

Para quem não conhece, existe uma publicação anual sobre os updates das regiões e oportunidades de JavaScript dentro de cada ano criada por Sacha Greif.

Essa pesquisa existe para poder permitir com que os desenvolvedores e o mercado tenham uma noção geral do que está rolando de tendências no mercado de desenvolvimento web, ecossistemas e vagas, ajudando os desenvolvedores a se posicionarem melhor.

Regiões geográficas com desenvolvedores JavaScript
País% de pessoasContagem
Estados Unidos14%2243
Alemanha4.80%765
Russia4.50%719
França4.20%668
Reino Unido4%629
Espanha2.60%418
Canadá2.50%391
India2.30%367
Brasil2.10%331
Polônia2.10%330
Holanda2.10%324
Australia1.70%271
Ucrânia1.40%225
Suécia1.40%211
Japão1.30%206
China1.20%182
México1.20%182
Italia1.10%171
Colombia0.90%140

Como podemos ver, a representatividade dos Estados Unidos ainda é a maior dentro dessa pesquisa, com 14% dos respondentes. Comparando com o Brasil, é uma diferença de 11,1% de pessoas, nos tornando o 9o lugar.

Anos de experiência com JavaScript
Anos de Exp.% de respostasContagem
<1 ano1.6%257
1-2 anos6.1%967
2-5 anos19.9%3196
5-10 anos23.2%3719
10-20 anos19%3052
>20 anos7%1113
Não responderam23.2%3782

A maioria dos desenvolvedores que responderam a pesquisa tem 5 a 10 anos de experiência no campo de trabalho atual.

Tamanho da Companhia em que a pessoa está empregada
Tamanho da empresa% das respostasContagem
16.9%1102
1-55.8%925
5-105.1%815
10-206.7%1070
20-509.4%1509
50-1008.4%1339
100-100017.6%2824
>100016.3%2607
Sem Resposta23.8%3895

Como podemos ver, a maioria das empresas que tem trabalhado com JavaScript tem em média entre 100 a 1000 funcionários, já as empresas de 5 a 10 funcionários são as que menos usam.

Grau de Ensino Superior relacionado a área por gênero
GêneroNãoSim, campo relacionadoSim, campo não relacionado
Não-binário ou Queer0.3%0.4%0.2%
Homem17.5%39.7%13.6%
Todos as respostas18.7%42.6%15.4%
Mulher0.7%1.9%1.4%
Salário (medido em dólares) por país
País$0$0-$10k$10k-$30k$30k-$50k$50k-$100k$100k-$200k>$200k
EUA0.6%0.2%0.2%0.3%2.4%8%2.2%
Australia0.1%0.1%0.1%0.1%0.6%0.9%0.2%
Suiça0.1%0.1%0.1%0.1%0.3%0.4%0.1%
Canadá0.2%0.1%0.1%0.2%0.9%1.1%0.2%
Noruega0.1%0.1%0.1%0.1%0.6%0.3%0.1%
Reino Unido0.2%0.1%0.2%0.5%1.9%1.1%0.2%
Suécia0.1%0.1%0.1%0.3%0.9%0.1%0.1%
Japão0.1%0.1%0.1%0.3%0.8%0.2%0.1%
Alemanha0.2%0.2%0.3%0.7%2.6%0.8%0.1%
Holanda0.1%0.1%0.2%0.5%0.9%0.4%0.1%
Austria0.1%000.1%0.2%0.4%0.1%0.1%
Todos4%5.8%10.5%13.1%22%16.4%3.4%
Belgica0.1%000.1%0.3%0.3%0.2%0.1%
França0.3%0.1%0.4%1.5%1.7%0.3%0.1%
Portugal0.1%0.1%0.2%0.3%0.2%0.1%0.1%
República Tcheca0.1%0.1%0.2%0.3%0.3%0.1%00
Espanha0.2%0.1%0.6%1%0.8%0.2%0.1%
Polônia0.1%0.2%0.5%0.7%0.6%0.2%0.1%
Itália0.1%0.1%0.3%0.5%0.3%0.1%0.1%
Ucrania0.1%0.2%0.4%0.4%0.5%0.1%0.1%
China0.1%0.1%0.3%0.3%0.4%0.1%0.1%
Brasil0.1%0.5%0.7%0.4%0.4%0.1%0.1%
Russia0.3%0.7%1.6%1.4%0.5%0.1%0.1%
India0.3%0.5%0.7%0.4%0.4%0.2%0.1%
Argentina0.1%0.2%0.3%0.2%0.2%0.1%00
México0.2%0.2%0.4%0.2%0.2%0.1%0.1%
Colombia0.1%0.4%0.3%0.2%0.1%0.1%0.1%

Como podemos ver, a maioria dos desenvolvedores JavaScript ganha na faixa salarial de 50 a 100 mil dólares anuais, sendo que o país com a maior quantidade de desenvolvedores nesta faixa salarial é os Estados Unidos, com 8%.

A faixa salarial mais recebida no Brasil é de 10 a 30 mil dólares, representando 0.7% da amostra.

Uso das bibliotecas ao longo dos anos
Esse gráfico mostra o uso das bibliotecas ao longo dos anos de 2016 a 2020. Os pontos mais altos significam que a tecnologia foi a mais usada e os mais a direita são os que contém melhor opiniões dos desenvolvedores que as usaram.
Uso ao longo dos anos de frameworks front-end e back-end
Como podemos ver, os top frameworks continuam sendo React, Angular e Vue. Outro framework que tem se mostrado promissor é o Svelte, crescendo 5% no último ano.
O mesmo ocorre com os Frameworks Back-end de JavaScript. Todos permaneceram com o uso estável nos últimos anos.

Já o Mercado Mobile em JavaScript está bem aquecido e com grandes mudanças. O Electron está crescendo e acabou ultrapassando o React Native no último ano. O Cordova está com -2% de diferença de 2020 para 2021.

Bibliotecas mais utilizadas
Conclusão geral

Quando a primeira pesquisa do Estado do JavaScript ocorreu, apenas 21% de vocês usavam TypeScript em comparação com 69% de hoje em dia. Enquanto costumávamos brincar sobre uma nova estrutura de front-end sendo lançada todos os dias, React e Vue, agora, são dominantes há 6 anos consecutivos. E a porcentagem de pessoas relatando que “JS está se mexendo muito rápido” caiu de 59% para 38%.

O ecossistema de ferramentas para desenvolvedor também está vendo sua evolução rápida, e é justo dizer que 2021 foi o ano da Vite. O Vite não apenas estreou com 98% de satisfação, mas o uso já está em 30% em seu primeiro ano de pesquisa, superando até mesmo o esbuild.

O Vite não está sozinho na tentativa de melhorar o estado das ferramentas de construção JavaScript – 8 das 12 ferramentas que acompanhamos hoje têm menos de dois anos! E enquanto pnpm, Turborepo e Nx ocuparam os primeiros lugares em nosso primeiro ano de rastreamento de ferramentas monorepo, apenas 25% relatam estar satisfeitos com o estado dessa categoria, mostrando que ainda há muito trabalho a ser feito.

Também notável: muitos novos participantes como Deno, Rome, Astro, Remix e outros agora são apoiados por empresas apoiadas por empreendimentos, talvez traçando uma alternativa viável ao frágil ambiente de financiamento de código aberto.

À medida que a Terceira Era do JavaScript entra em seu terceiro ano, as oportunidades para aspirantes a desenvolvedores de código aberto e empreendedores continuam a se desdobrar, e estou animado para ver o que os próximos dois anos trarão!

Tradução livre de Conclusion – The State of JS

Share

Facebook
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Topics

Posts